As diversas funções de Diego Montez

Movido pela arte, ator se encontrou no teatro musical.

Fotos: Sérgio Santoian


Diego Montez tem a arte correndo nas veias. Filho da atriz Sônia Lima e do apresentador Wagner Montes, desde muito novo ele foi inserido no meio artístico. Se interessou pela área e recebeu incentivo para trilhar seu próprio caminho de sucesso. Entre os papeis em novelas como “Rebelde” e “Cúmplices de um Resgate”, Diego tem filmes e musicais no currículo. Atualmente está em “A Noviça Rebelde” com Larissa Manoela. Em bate-papo exclusivo ele falou sobre carreira e revelou projeto.

Qual o tamanho da influência da sua mãe para que você entrasse no meio artístico? Ela é a grande culpada! Eu sempre quis escrever na verdade. Queria ser roteirista – inclusive me formei nisso – mas ela queria uma “segunda opção”. A segunda opção dela foi ser ator, ela que me matriculou no profissionalizante.

E do seu pai? Meu pai é meu maior fã. O apoio dele é emocional. Me acompanha e assiste tudo!

Como foi o apoio deles? É muito louco pensar em pais que querem um filho artista, sendo artistas. Mas eles me deixaram bem livre, na verdade. Eu poderia escolher o que me fizesse feliz. Mas acho que no fundo eles se sentiram aliviados que eu me encontrei nessa área.

Já pensou em seguir outra área? Qual? Já pensei em expandir meus horizontes artísticos. Escrever romances, dirigir… Mas nunca nada fora das artes. Definitivamente é o que me move.

Quais as maiores dificuldades que você enfrentou? Acho que no começo – e até hoje – a enxurrada de “nãos” desmotiva muito. Depois que você cria uma casca, entende que essa é a vida escolhida, a gente cria as pazes com isso. Cada dia que passa eu entendo que Deus tem a hora certa pra tudo!

Fale sobre a experiência em musicais. Eu comecei cedo com musicais. Busquei estudar o gênero em escolas como Casa de Artes Operária e Teenbroadway aliado ao meu estudo de teatro. Comecei com musicais menores como “Sessão da Tarde”, “Se Essa Rua Fosse Minha” da Cia de Teatro Rock. Depois tive a oportunidade fazer musicais nacionais, biográficos – como “Chacrinha” onde me divertia muito fazendo Ney Matogrosso e Sidney Magal – e segui fazendo alguns Broadway como “Wicked”, “Rock Of Ages” e “Rent”, que me rendeu a indicação de melhor ator coadjuvante pela drag queen Angel Dummot.

Atualmente, estou em cartaz com “A Noviça Rebelde” dos mestres Charles Moeller e Claudio Botelho no Teatro Renault como Rolf, um jovem nazista que se apaixona pela filha mais velha dos Von Trapp (Larissa Manoela).

Tem algum trabalho dos sonhos? Sou apaixonado por “Despertar da Primavera”. Seria meu espetáculo dos sonhos.

Qual foi o seu papel mais marcante? Acho difícil escolher um. Mas acredito que eu aprendi muito com a versão brasileira de “Rebelde”, novela que foi exibida pelo SBT. Éramos muito jovens e foi uma grande escola pra todo mundo.

Tem um gênero teatral favorito? Claramente sou vidrado por Teatro Musical. Mas sou fã de monólogos também. Acho que “Uma Noite na Lua” do Gregório Duvivier com direção do João Falcão foi o mais marcante que assisti.

Como concilia a vida de ator, cantor, roteirista e youtuber? Parando só pra comer! (risos). Porque além de esta em cartaz com o musical “A Noviça Rebelde”, em SP, estou gravando a nova série jovem do SBT, “Z4”.

Brincadeiras à parte, eu sempre prezo pela saúde e qualidade de tudo que faço. Então busco dormir sempre 8 horas e quando estou na televisão estou na televisão, meu foco é lá. E o mesmo no Teatro. Busco dar meu melhor em cada área.

Você teve problemas com peso na adolescência. Como é a sua relação com a alimentação hoje em dia? Como disse anteriormente, eu como muito. Adoro comer. Cheguei a pesar 112 quilos com 14 anos. Se não tivesse um tomado a iniciativa, eu mesmo, não teria conseguido. Parece clichê, mas de fato a mudança parte da gente.

E como se mantém em forma? Eu busco ir na academia com certa frequência e faço aulas de dança três vezes por semana, o que ajuda também.

É um cara vaidoso? Acho que sim. Gosto de me cuidar.

Como define o seu estilo de se vestir? Olha, eu sou bem descontraído. Acho que gosto de roupas que acho confortáveis e divertidas. Sou cheio daquelas meias estampadas por exemplo.

O que costuma fazer para relaxar no trabalho e quando há tempo livre? Eu amo ler. Tenho sempre um livro na mochila.

Quais são os planos pessoais e profissionais para o futuro? Eu to adiando buscar uma editora pro meu livro. Tenho um romance escrito e assim que estiver mais tranquilo, quero investir mais na área da literatura.

Ping-Pong

• Nome: Diego Montez
• Idade: 25
• Local de nascimento: Cotia, São Paulo
• Altura: 1,76
• Apelido: Di 
• Qual é sua maior qualidade? Positividade
• E seu maior defeito? Positividade
• O que você mais aprecia em seus amigos? Lealdade. Senso de humor.
• Sua atividade favorita é: Comer. Mesmo.
• Qual é sua ideia de felicidade? Realização profissional e pessoal.
• Quem você gostaria de ser se não fosse você mesmo? Ish. Não sei. Harry Potter parece ser um cara tem uma vida agitada. Gostaria.
• E onde gostaria de viver? Hogwarts. Ou Campinas. Gosto de Campinas também.
• Qual é sua viagem preferida? Eu fui visitar parentes no México ano passado. Estou louco pra voltar.
• Qual é sua cor favorita? Vermelho.
• E qual é sua comida favorita? Mexicana.
• Um animal: Bicho Preguiça. Passaria horas assistindo. AH! e HIENAS
• Quais são seus atores preferidos? Sacha Baron Cohen e Emma Stone
• E seus cantores? Cícero Rosa Lins e Liniker
• O que você mais detesta? Pessoas prolixas.
• Que dom você gostaria de possuir? Tocar piano bem. Mas tô correndo atrás.
• Uma mania: Não conversar de porta aberta.
• Um sonho de consumo não realizado: Uma peça que amo muito e ainda quero ter os direitos.
• Uma lembrança de infância: Chegar do colégio e assistir Smallville dublado no SBT comendo Chocolícia. 
• O que o irrita? Gente que fala alto.
• O que ou quem é o maior amor de sua vida? Meus pais.
• O que você considera a sua maior conquista? Minha carreira.
• Qual é o seu maior tesouro? Meus amigos. Os poucos e bons no caso.
• Defina-se em uma palavra: Mutável.