Carla Prata está pronta para arrasar na avenida

Mãe coruja fala do filho, desejo de voltar à televisão e sobre o Carnaval.

Fotos: Drica Donato


Carla Prata é modelo e jornalista, e desde pequena tem contato com as câmeras, apresentando naturalidade. Fez parte do “Domingão do Faustão” e dos realities “A Fazenda” e “Dancing Brasil”. Apaixonada pelo Carnaval, Carla já desfilou pela Grande Rio, União da Ilha e Gaviões da Fiel. Agora, prepara-se para brilhar na passarela pela Imperatriz Leopoldinense na segunda-feira (12). Em entrevista exclusiva ela contou, entre outras coisas, como se mantém em forma.

Desde nova você foi introduzida ao universo artístico. Como lida com a beleza? Tem hobbies para não se estressar? As pessoas às vezes me perguntam como eu lido com a beleza, mas eu sou normal. Ajo naturalmente sempre. Existem tantas mulheres lindas no nosso Brasil. O lado ruim disso é o preconceito que já passei e passo até hoje. Porque a pessoa quando é bonita tem que mostrar muito mais talento e muito mais inteligência.

Sou uma pessoa que ama a natureza. Às vezes, pego meu carro e vou à uma praia incrível que tem aqui perto e fico lá o dia inteiro, admirando aquela paisagem linda e absorvendo a energia incrível daquele lugar.

No “Domingão do Faustão” você foi bailarina, assistente de palco e repórter. Em qual dessas áreas gostou mais de atuar? O que carrega de aprendizado? Aprender ao vivo com o Faustão era uma oportunidade e tanto e eu não podia perder. Foi muito bom conseguir um espaço no Domingão. Quem é que tem a chance de aprender com o melhor apresentador do Brasil? Eu sou uma pessoa que presto muita atenção no que faço. Fico focada, assim é mais fácil fazer a coisa certa.

Apesar de não ser bailarina profissional, acredita que suas experiências anteriores ajudaram ou intimidaram no “Dancing Brasil”? Eu dancei no Faustão por um ano e meio. O resto da minha permanência lá foi como repórter. Mas a dança sempre esteve dentro de mim. Apesar de nunca ter feito nenhum curso técnico na área, sempre tive uma certa facilidade para aprender passinhos nas festas. O Dancing Brasil é um programa totalmente diferente de qualquer outro. Tinham modalidades e ritmos que eu nem sabia que existiam . Aprendi tudo lá com meu professor Bruno Comam. 

Como foi participar de “A Fazenda” e “Dancing Brasil”, dois realities de abordagens diferentes? Duas experiências incríveis e bem diferentes. Pode ser estranho, mas sinto falta dos dois. Do Dancing porque amo dança e queria aprender bem mais. Queria que o programa durasse o ano inteiro. A Fazenda, a gente aprende a lidar com os animais, com nossos sentimentos, aprende que a convivência com outras pessoas não é tão fácil assim, mas aprendemos também que coisas simples, como um liquidificador, fazem muita falta. E o verdadeiro propósito da vida é SER FELIZ !

Como recebeu o convite para ser musa da Imperatriz Leopoldinese? Recebi o convite do presidente da escola, Luiz Pacheco Drumond, e estou muito feliz de desfilar mais um ano. Foi um convite inesperado e saí da reunião tremendo de tanta felicidade, pois será, sem dúvida, um desfile inesquecível .

Qual a expectativa para o desfile? O Carnaval é uma paixão minha. Não tem como não estar animada. É uma emoção indescritível desfilar na avenida. 

Você já desfilou por escolas no Rio de Janeiro e em São Paulo. Qual a diferença entre a atmosfera paulista e a carioca na avenida? A diferença é o sotaque na hora de cantar o samba. O pessoal de São Paulo também é muito alegre, muito responsável e amam o Carnaval. Carnaval é uma festa popular e sem preconceitos! Carnaval é para todos!

Possui algum macete para manter-se radiante ao desfilar? O amor ao Carnaval! Quem ama aquilo que faz, faz com luz, com brilho, com alegria! E eu amo o Carnaval!

Sobre cuidados com o corpo, como é sua rotina de exercícios? Malho com o personal Julinho 4 vezes por semana, na academia Barra Gym. Na clínica Caroline Frota, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, faço massoterapia, para combater a flacidez, e coloquei chip de testosterona biodêntico e gestrinona, que além de ajudar a reduzir os sintomas provocados pela TPM, ajuda no aumento de disposição, massa magra, a combater a retenção de líquido. E procuro ter uma alimentação saudável e conto com a ajuda do médico nutrólogo Dr. Pedro Albuquerque. 

Como é sua relação com a moda? Mantém-se ligada nas tendências? Sou eclética. Cada dia estou de um jeito, claro, dentro das minhas características. Por exemplo, às vezes, uso chinelo, jeans e camiseta e no mesmo dia, à noite, uso um vestido mais elegante e completo com acessórios. Acompanho as tendências que eu gosto. O que eu não gosto, não uso. 

 

Fale um pouco sobre a maternidade e sua relação com o Kauê. Fui mãe aos 24 anos. Era nova e não tinha nenhum conhecimento de como seria ser mãe. Mas na hora em que meu filho nasceu, eu entendi todo o sentido da vida. Ele é meu melhor amigo. Temos uma relação muito aberta. Ele me conta tudo o que pensa , o que quer fazer, etc. Não é porque sou uma mãe coruja não, mas meu filho é um verdadeiro príncipe!!

Nos âmbitos pessoal e profissional, quais os projetos para depois do Carnaval? Para 2018, meu plano é voltar para a TV e lançar meu canal no YouTube.

Ping-Pong

• Nome: Carla Prata 
• Idade: 36
• Local de nascimento: Rio de Janeiro
• Altura: 1,70
• Apelido: Carlinha
• Qual é sua maior qualidade? Verdadeira
• E seu maior defeito? Orgulhosa
• O que você mais aprecia em seus amigos? Caráter 
• Sua atividade favorita é: Ir à praia
• Qual é sua ideia de felicidade? Estar bem consigo mesmo
• Quem você gostaria de ser se não fosse você mesmo? Minha mãe 
• E onde gostaria de viver? Na Itália
• Qual é sua viagem preferida? Grécia
• Qual é sua cor favorita? Azul
• E qual é sua comida favorita? Japonesa
• Um animal: Cachorro
• Quais são seus atores preferidos? Tony Ramos e Fernanda Montenegro
• E seus cantores? Rihanna e Maiara & Maraísa  
• O que você mais detesta? Falta de caráter 
• Que dom você gostaria de possuir? Ler pensamentos…
• Uma mania: Lavar calcinha no chuveiro
• Um sonho de consumo não realizado: Ter um apartamento na praia 
• Uma lembrança de infância: Minha avó Marcilia
• O que a irrita? Mentira
• O que ou quem é o maior amor de sua vida? Meu filho Kaue 
• O que você considera a sua maior conquista? Minha família 
• Qual é o seu maior tesouro? Kaue 
• Defina-se em uma palavra: Verdadeira