Eli Ferreira tem forte relação com a fé

As descobertas da intérprete de Tiana em “Tempo de Amar”.

Fotos – Thiago de Lucena
Styling – Camille Magalhães
Beleza – Luciana Oliveira


Além de atuar, Eli Ferreira tem experiência com canto e como modelo. O talento, aliado a muito estudo e dedicação, constituem sua carreira de sucesso. Eli destacou-se como primeiro lugar no concurso da escola técnica de teatro Martins Pena. Foi miss aos 19, e tem papeis em produções como “Malhação”, “Sexo e as Nega”, “Boogie Oogie”, “Império” e “I Love Paraisópolis”. Em “Tempo de Amar” é Tiana, uma personagem analfabeta. Na entrevista, falou sobre carreira, convicções e desafios.

Sua primeira peça foi ainda na adolescência, em um espetáculo musicado. Mas e o primeiro contato com a música, como foi? Foi ainda pequena. Eu amava cantar com minhas duas irmãs na igreja.

Você começou a trabalhar como modelo, e já chegou a conquistar o título de Miss Belfort Roxo. O que carrega de aprendizado desse período? Desafios. Foram momentos de descobertas, persistência e autoconhecimento. Me trouxe alguns bons frutos. Mas sempre soube que era passageiro. Quis pela experiência.

Como foi a preparação para entrar na Martins Pena? Lembra como recebeu a notícia do primeiro lugar? Tivemos que ler e estudar duas peças teatrais, cinco músicas e movimentos corporais. Sempre fui desenvolta corporalmente e já tinha uma certa experiência com a dança. Eu já sabia que a nota que mais pesaria era interpretação. Então meu amigo Junior Vieira foi fundamental para eu conseguir extrair meu melhor. Me ajudou com a pesquisa, entendimento e cenas. Claro que eu não esperava o primeiro lugar, eu fui às nuvens de tanta felicidade. Foi como uma confirmação de Deus, pois eu já estava desistindo de continuar, estava sem forças e desestimulada. A colocação e reconhecimento da banca de professores me deu um fôlego novo.

Encontrou dificuldades na preparação para “Tempo de Amar”, uma novela de época? E a preparação para Tiana, uma empregada analfabeta, como foi? Tive certa dificuldade no início, em algum momento houve uma preocupação com minha voz, que é grave. Mas logo depois das primeiras gravações, a direção pediu que eu mantivesse minha voz natural.

A sua personagem esbarra também em questões de racismo. Como você vê esse tema nos dias atuais? É ainda muito importante falar. Vivemos muitos e muitos anos sem nem tocar no assunto, então agora precisamos falar bastante disso sim. Algumas coisas já mudaram, mas ainda falta.

Você tem experiências em séries e websérie. Esses trabalhos exigiram preparo diferente do feito para novelas? Sim, depende muito da época, do personagem e linguagem. Cada um te desafia de alguma forma, é fascinante.

Tem algum tipo de trabalho que queira muito fazer? Eu amaria fazer uma vilã. É um sonho!

Como é sua relação com a dança atualmente? É esporádica, saio com os amigos pra dançar, virou diversão mesmo.

Quais artistas te inspiram? Cássia Kiss, Adriana Esteves, Tony Ramos, Wagner Moura, Eu amo o trabalho deles.

Qual a sua relação com a moda? Costuma seguir o que está em alta? Dentro do que está na moda vejo o que tem a ver comigo. Não sou de usar nada por estar na moda. Aliás, isso até me espanta às vezes. Quer ver eu desistir de comprar algo? É ir numa loja e a vendedora falar: “Nossa, esse tá em alta, tá saindo muito!”, eu desisto na hora, hahaha.

Como cuida da saúde? Tanto do corpo quanto da mente. Eu tenho uma alimentação mais certinha e feita pra mim. Katia Requena, minha endócrino, me acompanha há alguns meses e tem sido muito positivo. Para o corpo eu faço alguns procedimentos estéticos, que são fundamentais. Minha pele é seca, e por usar muita maquiagem, tem a poeira das ruas… Preciso cuidar.

Agora da mente, é Deus mesmo. Vou à igreja pelo menos uma vez na semana, oro todos os dias e me fortaleço espiritualmente. Meu relacionamento com Deus tem feito muita diferença em todas as áreas da minha vida. Devo tudo a ele.

Com o fim da novela, quais os projetos para o futuro? Bom, este semestre me formo na Martins Penna, estou ansiosa. E um outro projeto em andamento ainda, mas pro segundo semestre deste ano.

Ping-Pong

• Nome: Elidiane Ferreira
• Idade: 25
• Local de nascimento: Nova Iguaçu – RJ 
• Altura: 1,70
• Apelido: Tenho vários, mas o mais antigo e que mais amo é Didi.
• Qual é sua maior qualidade? Ser sincera.
• E seu maior defeito? Sou meio “seca”.
• O que você mais aprecia em seus amigos? A cumplicidade.
• Sua atividade favorita é: Comer.
• Quem você gostaria de ser se não fosse você mesmo? Não sei.
• E onde gostaria de viver? Num lugar calmo e com mangueiras.
• Qual é sua cor favorita? Azul royal.
• E qual é sua comida favorita? Massa.
• Um animal: Pipoca (meu poodle).
• Quais são seus atores preferidos? Adriana Esteves, Cássia Kiss, Tony Ramos.
• E seus cantores? Whitney Houston.
• O que você mais detesta? Gente falsa e política.
• Que dom você gostaria de possuir? O de tocar vários instrumentos.
• Uma mania: Morder meus lábios.
• Um sonho de consumo não realizado: Casa própria.
• O que a irrita? Gente interesseira.
• O que você considera a sua maior conquista? Meus estudos.
• Qual é o seu maior tesouro? Minha fé em Deus.
• Defina-se em uma palavra: Perseverança.