Helga Nemeczyk está pronta para mostrar o seu talento

Reconhecida na comédia, a artista sente falta de um bom drama.

Fotos: Vinicius Pereira


Atuar, cantar e dirigir produções são algumas das aptidões de Helga Nemeczyk. Ainda muito nova, descobriu interesse pela arte. Coleciona diversos trabalhos nos palcos e na televisão, onde obteve grande reconhecimento ao participar de “Zorra Total” por quase uma década. Formada em Cinema, ela dirigiu curta-metragens, além de estudar canto lírico, dublagem, teatro, ballet e jazz. Helga fez parte de musicais consagrados como “Xanadu”, “As Noviças Rebeldes” e “Vamp”. Agora prepara-se para estreia no quadro “Show dos Famosos”, no “Domingão do Faustão”, realizando performances completas para homenagear figuras nacionais e internacionais. Em bate-papo exclusivo, a artista falou sobre carreira e a preparação para o reality.

Como surgiu o interesse pela atuação? Desde pequena eu sempre gostava de brincar de “teatrinho”, chamava uma amiga, colocava o vinil dos “Saltimbancos” e interpretávamos, cada uma dois personagens, em frente ao espelho, por horas! Isso sempre foi muito latente em mim.

E pela música, como foi? Quando estudei em um internato chamado Edessa no ES, dos 13 aos 18 anos, eu fiquei encantada com o conservatório musical que tinha lá. Então resolvi fazer aulas de piano, cantar no coral, tocar no conjunto de sinos e me musicalizar.

Um de seus trabalhos marcantes foi em “Zorra Total”. Fale um pouco sobre a sua relação com o humor. Sempre fui uma pessoa que gostava de fazer os outros rirem, bem palhaça mesmo, mas não tinha intenção em ser humorista. Queria ser atriz e aprender a fazer de tudo, drama, humor, musical. enfim… Na verdade eu comecei no drama. Fazia um musical em que era a Evita Peron, o Mauricio Sherman assistiu e me chamou para entrar no Zorra. Eu logo perguntei: “O senhor achou minha interpretação de Evita tão risível assim, para me chamar para um programa de humor?” E ele respondeu: “Imagina mulher, eu vou te aproveitar nos musicais”. Como os musicais eram de humor eu acabei me descobrindo melhor na comédia. E nosso diretor acabou me escalando para outros quadros, outros personagens. Enfim… Fui muito feliz lá por 9 anos. Mas agora sinto muita falta de um bom drama. Preciso fazer!

Além de atuar e cantar, você também tem experiência na dança e dirigiu curta-metragens e documentário. O que carrega de experiência ao atuar em tantas áreas? Fiz faculdade de Cinema, para abrir o meu leque na área das artes. Fui interessada na parte de direção de atores, mas descobri o mundo inteirinho do cinema. Me especializar em roteiro. Para escrever coisas para eu mesma atuar… Depois de dirigir eu percebi que queria mesmo era estar na frente das câmeras. Mas o cinema te dá muita base, de continuidade, planos e sequências que é necessário é muito bem-vindo para o trabalho do ator. Toda experiência é válida. E a dança é extremamente necessária para quem faz teatro musical como eu, não tinha como fugir.

Como surgiu o convite para o “Show dos Famosos”? Quando eu vi esse quadro no ano passado, eu fiquei maluca! Pensei: “nossa que coisa bacana de fazer! Eu quero entrar no próximo” Entreguei para Deus esse pedido e aqui estou eu! Roberta Galinari, produtora de elenco do Faustão, me ligou e me convidou.

E a expectativa para a estreia? Estou assistindo muito aos vídeos das performances dos meus homenageados, malhando para conquistar bastante resistência e fôlego para cantar, dançar e interpretar um artista diferente por semana.  Dá um frio na barriga, é uma responsabilidade grande, fazer artistas tão consagrados. Vou me dedicar ao máximo para chegar o mais próximo deles. Quero me divertir e divertir o público com muita qualidade e respeito. Vai ser bom para mim, mostrar para o Brasil esse outro lado do meu trabalho que é performar!

O que te inspira no trabalho? As histórias que gostaria de contar, os tipos de personagens que gostaria de mostrar, divertir e entreter o público de maneira honesta e carinhosa. E agradar!!! Todo Artista é um pouco carente e quer agradar a todos e receber de volta o carinho e admiração! Isso move a gente! Prova que estamos no caminho certo de cumprir a nossa função. Deus nos dá diversos talentos e o que ele espera de nós é que usemos esses talentos para o bem da gente e do próximo.

Tem algum trabalho dos sonhos? Ah sim… vários! Um deles é fazer o musical Chicago ao lado de Claudia Raia. Sonho mesmo!!! E também de fazer um filme sobre um roteiro que escrevi, que conta uma linda história de superação.

Como cuida do corpo? Malho, faço dieta, tratamentos estéticos… essas coisas que são necessárias, muito mais pela profissão. Alimentação e exercício são muito importantes para saúde, mas confesso que a minha preocupação é com o trabalho. Pois gosto muito de comer.. rs… por isso não abro mão do meu dia do lixo uma vez por semana.

Tem algum truque de beleza do qual não abre mão? Agora é o filtro solar. Demorei para usar todos os dias, mas quando a gente passa dos 30, começa a ver os sinais da falta dele, na nossa pele.

Qual a sua “válvula de escape” quando a rotina está estressante? Viajar… para o mato ou pra praia. Me faz bem ficar em contato com a natureza. É uma das obras mais maravilhosas de Deus, a natureza. Uma energia muito grande!

Sobre moda, você se mantém antenada nas tendências? Eu amo moda! Tenho muita vontade de fazer faculdade de Moda e abrir uma grife. Estou sempre de olho nas tendências. Mas nem sempre posso usar tudo. Porque cada corpo recebe bem ou mal determinado tipo de roupa.

Quais são os projetos pessoais e profissionais para o futuro? Continuar a Fazer meu show “jazzin’ the blues”. Um show onde canto clássicos do jazz e do blues em português e inglês. Tenho composições e versões próprias.

Ping-Pong
• Nome: Helga Cardoso Nemeczyk (a pronúncia é Nemetik)
• Idade: 36 anos
• Local de nascimento: Rio de Janeiro
• Altura: 1,68
• Apelido: Guiga
• Qual é sua maior qualidade? Companheirismo.
• E seu maior defeito? Ansiedade.
• O que você mais aprecia em seus amigos? Honestidade e companheirismo.
• Sua atividade favorita é: Cantar, dançar, atuar, viajar, comer, dormir… rs… São tantas favoritas…
• Qual é sua ideia de felicidade? Ter Deus em minha vida sobre todas as coisas. Estar com pessoas que amo e que me amam, ter saúde e trabalhar com aquilo que me dá prazer.
• Quem você gostaria de ser se não fosse você mesmo? Beyoncé… rs… Brincadeira, estou feliz sendo eu mesma.
• E onde gostaria de viver? Nesse momento estou apaixonada por Portugal, viveria lá se tivesse um trabalho na minha área.
• Qual é sua viagem preferida? Foi a Paris.
• Qual é sua cor favorita? Para vestir é o preto, mas no geral é o branco.  Só que eu gosto de todas as cores… Sou multicolorida rs…
• E qual é sua comida favorita? Massa e carnes em geral. Sou bem carnívora. O que não é muito bom pra saúde né, dizem, rs…
• Um animal: Cachorro.
• Quais são seus atores preferidos? Vera Holtz, Raul Cortez (RIP) no Brasil  e Eddie Redmayne e Viola Davis são os meus internacionais prediletos.
• E seus cantores? Gosto muito da Rachelle Ferrell , do Chris Martin, vocalista do Coldplay. E aqui no Brasil amo aqueles que já se foram como Elis Regina e Gonzaguinha.
• O que você mais detesta? Desonestidade.
• Que dom você gostaria de possuir? O de desenhar.
• Uma mania: Balançar as pernas quando estou parada, em pé, sentada, deitada e até dormindo às vezes. Acho que tenho a síndrome das pernas inquietas, rs…
• Um sonho de consumo não realizado: Uma casa própria.
• Uma lembrança de infância: Ir trabalhar com minha tia Sandra na biblioteca do Rio, ficava o dia inteiro lendo livros e passando por aquelas estantes. Às vezes eu me lembro do cheiro daquele lugar… E como fica próximo ao Saara , no centro do Rio, sempre comíamos quibe e esfihas… Até hoje quando passo por lá eu me lembro.
• O que a irrita? Trânsito e fila.
• O que ou quem é o maior amor de sua vida? Meu trabalho minha família e meu noivo são meus maiores amores.
• O que você considera a sua maior conquista? Conseguir viver do meu trabalho que é tão difícil e ingrato às vezes.
• Qual é o seu maior tesouro? Minha mãe.
• Defina-se em uma palavra: Guerreira.