Jaffar Bambirra, o Leonardo de ‘O Sétimo Guardião’

POR JULIANA MORAES

Em entrevista exclusiva para a Mais Mais Mais, o ator Jaffar Bambirra fala sobre sua carreira artística e como é conciliar a música com a carreira de ator. Arte, inspirações, motivação e sonhos para o futuro também estiveram em pauta no bate-papo.


O que te motivou a entrar na carreira artística? Eu cresci no meio da arte, acho que isso me influenciou muito. Sempre também e com 11 anos resolvi levar a sério. Pra me ajudar a ter presença de palco comecei a fazer teatro e me apaixonei. Acho que a arte escolhe a gente, mais do que a gente escolhe ela.

Como foi o início? Teve apoio da família? Minha mãe sempre apoiou, mas por ela ser do meio, me alertou para as dificuldades da profissão. Foi ótimo.

O que você achou mais desafiador no início? Acho que ainda to no início, o desafio ta acontecendo a cada cena que faço e cada personagem.

O que mais te inspira na profissão? O que mais me inspira é o poder transformador da arte. É tocar o outro e viver o outro. Espero poder transmitir isso com o que faço.

Conte um pouquinho pra gente sobre o seu personagem. Você se identifica com ele? O Leonardo é um jovem de Serro Azul que tem o sonho de fazer um docudrama sobre a cidade e ele é completamente fissurado nesse filme. Me identifico na persistência dele, de colocar uma coisa na cabeça e fazer e no quanto ele ama o cinema e o que faz.

Onde você busca inspirações para dar vida a seus personagens? Gosto muito de observar as pessoas no dia a dia, o cotidiano pode trazer muitas inspirações. E tento entender o universo desse personagem.

Você também canta. Pretende fazer um álbum? Tenho essa vontade. Por enquanto vou lançar meu segundo single “Quando Fui Seu Par”, ainda no início do ano, música que escrevi com meu amigo Nitai Domingues e com produção musical do Pedro Mamede. Estou bem animado.

Como e quando surgiu esse amor pela música? Eu não sei quando, mas desde que me conheço eu cantarolo coisas. A música sempre esteve presente. Depois comecei a compôr e a tocar violão, foi tudo acontecendo.

Como é conciliar a carreira de ator e músico? Ainda estou entendendo esse lugar. Por enquanto estou aproveitando que estou fazendo a novela, pra gravar a música. Mas pra esse ano pretendo fazer mais shows.

E qual o seu trabalho, obra ou personagem dos sonhos? Acho que não tem nenhum específico, mas se eu puder sempre fazer personagens que toquem as pessoas e que tenham uma mensagem. Adoro aprender com o meu trabalho.

Quem é a sua maior referência no mundo artístico? Se for pra escolher um. Como ator eu sou muito fã do trabalho do Christoph Waltz. E na música Paulinho Moska. Mas é muito difícil escolher um. Tenho muitos artistas que me inspiram.

O que a arte significa para você? A arte pra mim é necessária. Por ser um objeto de transformação, ela também é uma responsabilidade social. A arte deixa a cultura viva e eternizada.

E sobre seus planos para o futuro, tem algum que possa nos contar? To com alguns projetos pra esse ano. Primeiro a música que vou lançar ainda no primeiro semestre, mas também quero fazer teatro, cinema, enfim… o que rolar de bacana.

Quem é o Jaffar Bambirra que o público não conhece? Uma pessoa que gosta de encontrar os amigos pra fazer música e que gosta de coisas mais tranquilas.

PING PONG

Nome completo: Jaffar Bambirra dos Santos Said
Idade: 21 anos
Signo: Capricórnio
Um animal: Águia
Um filme: Bastardos Inglórios
Hobby favorito: Surfar
Maior defeito: Orgulho
Maior qualidade: Acho que o orgulho também
Um sonho: Fazer com que a minha arte toque as pessoas, independente de quantas forem
Uma paixão: Arte
Sua maior conquista: Poder pagar as contas de casa com meu trabalho
Defina-se em uma palavra: Apaixonado