Lázaro Menezes escolheu seguir o caminho da arte

Ator fala sobre teatro independente e novos projetos.

Fotos: Divulgação


 Lázaro afirma nunca ter pensado em seguir outra carreira e, assim como seu personagem em ‘As Aventuras de Poliana’ é um artista nato. Durante o bate-papo exclusivo, o ator falou sobre a relação com a amada esposa, sua origem no sul do país, os desafios da carreira artística e revela qual o trabalho dos sonhos.

Teve apoio da família no início da carreira? Minha mãe sempre me apoiou, desde o princípio. Ela sempre esteve ao meu lado, comprando as coisas que eu precisava para ensaiar, sempre acreditou em mim.

Na sua cidade natal, você participou de um grupo de teatro, tem alguma lembrança bacana dessa experiência? Participei do grupo Viramundos, um grupo de teatro que pertencia a Universidade de Passo Fundo. Foi uma passagem muito importante na minha vida. Neste grupo, eu aprendi muito sobre teoria teatral, os principais autores de teatros, técnicas de atuação e principalmente me fiz artista. Viajávamos pelo Brasil inteiro. A principal lembrança é de que nós fazíamos teatro em lugares onde nem televisão tinha!

Já pensou em seguir outra carreira?
Não, nunca pensei! Acho que eu enlouqueceria se fosse obrigado e seguir outra carreira. Estaria incompleto. 
Quais os principais desafios da carreira artística? Acho que todo ofício tem o seu desafio. O primeiro e mais importante desafio é se fazer um profissional naquilo que você escolheu, o segundo é se especializar, e o terceiro é ter uma filosofia por trás do seu ofício. A carreira artística é diferente de todas as outras porque todos os artistas são marginais, estão à margem da sociedade, e eles só são potentes por estarem nessa situação de vulnerabilidade. 

Existe algum trabalho em especial que tenha te marcado? O trabalho que mais me marcou foi o espetáculo que eu escrevi e criei junto com minha esposa Kiara. O espetáculo ‘O Palhaço e a Bailarina’ marcou muito a minha vida e carreira porque foi uma criação extremamente autoral. Onde tudo que fizemos foi fruto de nossa imaginação e criatividade. Nada estava pronto, tudo foi feito e concebido para se tornar inédito.

E qual é o trabalho dos seus sonhos?
Estrear ‘O Palhaço e a Bailarina’ na Broadway.

Soube que você trabalhou durante a vinda do Papa ao Brasil. Pode nos contar um pouco sobre essa experiência? Sim, foi maravilhoso! Vivi uma energia que nunca tinha experimentado antes. Eu tive a honra de ser convidado pelo talentoso diretor Ulysses Cruz, hoje meu amigo, para fazer a assistência de direção da Via Sacra. Foi um espetáculo gigantesco, com certeza o maior que já trabalhei na minha vida. Fui um dos diretores deste grande espetáculo e foi inesquecível, foi a primeira viagem do Papa Francisco para a JMJ, (Jornada Mundial da Juventude) que foi realizada no Brasil em 2013.

Fale um pouco a respeito da sua produtora. O que te motivou a criá-la?
Eu tenho o prazer de ter a minha produtora em conjunto com a Kiara, que além de minha esposa, é sócia da “O Alto Mar Produções”. O que me motivou a criar essa produtora foi justamente o nosso encontro! Nossas vidas se encontraram de uma maneira tão potente, não só pessoalmente, mas profissionalmente que decidimos juntos produzir nossos próprios projetos. O meio de teatro musical tem estado estranho, então decidimos ter livre arbítrio e dar direção à nossa vida artística de maneira independente e com a qualidade que a gente acredita.

Recentemente, você participou de ‘As aventuras de Poliana’, como foi a preparação para viver o seu personagem? Foi muito interessante, eu passei por um teste com muitos outros atores. E quando soube que havia passado para viver Lorenzo, o pai de Poliana, eu fiquei super feliz e entusiasmado, pois minha vida é muito parecida com a dele! Sendo assim, eu já estava com meio caminho andado para compor este personagem tão importante na trama toda. Mas, tive que me preparar de maneira a tocar vários instrumentos, como sax, violão, acordeon, cantar e andar de monociclo, além é claro, da atuação que foi bem estudada. Fale um pouco a respeito do Lorenzo, você se identificava com ele? O Lorenzo é um homem de alma leve, um verdadeiro artista nato. Para ele, tudo o que importa é ver as coisas pelo lado bom, pelo lado do bem. Ele é apaixonado pela Alice (interpretada por Kiara Sasso) e pela filha, e com elas ele forma a trupe, que viaja o Brasil todo alegrando as pessoas por onde passam. O que me identifico com ele é o fato de que ele não teve outro caminho a seguir, se não o caminho da arte.

Conte um pouco sobre a sua relação com a Kiara. Você é um homem romântico?
Minha relação com a Kiara é melhor do que eu poderia imaginar! Nós dois nos completamos e nos respeitamos em tudo. Dentro e fora do palco. Sim, eu sou muito romântico, sempre procuro surpreendê-la com alguma coisa. Não deixo passar uma data em branco! Sou mesmo um apaixonado. Ela também é muito amável e de uma doçura que eu nunca vi igual, sempre me cuida, me dá amor e carinho em todos os momentos. Temos uma vida na medida certa.

Tem algum projeto novo em vista?
Fomos convidados para atuar em um espetáculo de uma outra produtora no Rio de Janeiro. Estamos ensaiando e o espetáculo estreia no dia 26 de julho no Oi Casa-Grande. O espetáculo se chama Isaura Garcia – O Musical. Além disso, também estamos produzindo pela nossa produtora um grande e épico musical que ainda não posso falar, mas que vai balançar as estruturas do teatro musical brasileiro.

PING-PONG

  • Nome: Lázaro Menezes
  • Data de nascimento: 19/10/1981
  • Altura: 1,75 cm
  • Apelido:
  • Qual é sua maior qualidade? Persistência
  • E seu maior defeito? Gastar muito
  • O que você mais aprecia em seus amigos? A lealdade
  • Quais são seus hobbies? Ir pro meu galpão de ensaio e ficar tocando meus instrumentos, cantando e sapateando
  • Qual é sua ideia de felicidade? Envelhecer ao lado da Kiara
  • Quem você gostaria de ser se não fosse você mesmo? Chaplin
  • E onde gostaria de viver? Estados Unidos
  • Qual é sua viagem preferida? Europa
  • Qual é sua cor favorita? Branco
  • E qual é sua comida favorita? Arroz e feijão
  • Um animal: Gazelinha
  • Quais são seus atores preferidos? Al Pacino, Paulo Autran, Paulo José, Roberto Benigni, Bill Irwin 
  • E seus cantores? Michael Jackson, Stevie Wonder, Bruno Mars, Jesse Campbell, Luciano Pavarotti
  • O que você mais detesta? Injustiça
  • Que dom você gostaria de possuir? De ser invisível quando quisesse
  • Uma mania: Organização 
  • Um sonho de consumo não realizado: Uma casa em Los Angeles
  • O que mais te irrita? A falta de respeito
  • O que ou quem é o maior amor de sua vida? A minha alma gêmea, Kiara
  • O que você considera a sua maior conquista? Estar vivo e saudável todos os dias
  • Defina-se em uma palavra: Pirata