Mônica Carvalho é romântica e sonhadora

Mãe, modelo, atriz e produtora fala de suas realizações.

Fotos: Márcio Romano  
Direção Criativa e Stylist: Marcia Dornelles  
Beleza: Caty Pires


Mônica Carvalho estreou na televisão fazendo a abertura de “Mulheres de Areia” nos anos 90. Com olhos claros e corpo escultural aliados ao talento, conquistou cada vez mais espaço, participando de muitas novelas e peças ao longo da carreira. No teatro, ainda, realizou o sonho de aventurar-se como produtora, passando a entender melhor o outro lado do espetáculo. Depois de alguns anos longe das telinhas, Mônica fez uma participação na novela das seis “Tempo de Amar”. Aos 46 anos e mãe de duas, a musa mantém a boa forma. Em entrevista exclusiva, Mônica falou sobre beleza, experiências, família e sonhos.

O canal Viva reprisou recentemente a novela “Mulheres de Areia”, em que você faz a abertura nua, um marco da época. Como foi relembrar aquelas cenas ousadas? Foi um trabalho da qual tenho muito orgulho, a abertura foi linda, mas nem tão ousada assim, até porque na reprise me pareceu mais coberto.

Depois disso, você continuou na televisão e fez alguns trabalhos importantes, como “História de Amor”, “Chocolate com Pimenta” e “Mutantes”. Sempre teve o sonho de ser atriz? Eu fiz “História de Amor”, fiz também “A Indomada”, “Porto dos Milagres”, “Chocolate com Pimenta”, “Corpo Dourado”, “Cidadão Brasileiro”, “Uma Rosa com Amor”, “Caminhos do Coração”, “Fina Estampa”… E por aí vai, muitos trabalhos e personagens marcantes. Sim, eu sempre soube que iria trabalhar na TV, essa certeza eu carregava.

Passou por muitas dificuldades dentro da profissão? Não. Quando tinha uns seis anos eu pedia à minha mãe para morar na Zona Sul, porque eu sou de Nova Iguaçu, e morando na Zona Sul eu poderia ter mais oportunidade. E realmente aconteceu. Com 13 anos, já morando em Copacabana, fui convidada a fazer meu primeiro comercial, foi do bronzeador Sol de Verão. A produtora me viu na praia.

E comecei a trabalhar como modelo, fazia comerciais e moda praia… Nunca passarela, não tenho altura. Agora tem os “não” que a gente recebe quando não passa num teste, o que é normal da profissão, considero aprendizado e não uma dificuldade. Já passei em muitos testes e também já fui reprovada. Faz parte da vida.

Qual dos papeis em sua carreira você considera como sendo o mais importante? Fiz alguns que tenho um carinho especial, como a Socorrinho de “Porto dos Milagres”, do meu querido autor Aguinaldo Silva… Aliás, fiz três novelas dele. Tem também a Clara, a mudinha de “Corpo Dourado”, amei, e a Maura de “Cidadão Brasileiro”.

Você já fez teatro. É muito difícil encarar uma plateia? Amo fazer teatro, adoro aquele frio na barriga antes de entrar no palco, é uma sensação maravilhosa. A dificuldade está antes das primeiras palavras, depois eu relaxo.

Falando de vida pessoal, você passou por um momento muito especial com o nascimento de sua filha Valentina em 2016, aos 44 anos. Foi planejado? Eu tive minha filha aos 44 anos e engravidei com 43, foi planejado e muito desejado. Eu estava tentando engravidar fazia cinco anos. Tive dois abortos espontâneos e fiz cinco fertilizações. Até que finalmente deu certo e fui abençoada, nasceu Valentina. Só tenho a agradecer a Deus por esse momento da minha vida. Amo ser mamãe.

Você já era mãe de Yaclara, com 11 anos na época. Qual a diferença de ser mãe na faixa dos 30 e na faixa dos 40? Tem diferença, o cansaço foi maior… Mas tudo fica pequeno diante da realização de um sonho que tanto busquei e não desisti.

A Yaclara teve muito ciúmes da Valentina? Teve. Yaclara é uma adolescente e estava acostumada a todas as atenções. Tive que conversar muito para ela entender que as atenções eram diferentes e as necessidades também, e que eu iria cuidar da irmãzinha da mesma forma que eu cuidei dela. E que nosso amor só iria aumentar como nossa família aumentou.

Quando o assunto é a festa em si, muitos homens acabam passando dos limites. Qual a linha entre paquera e assédio? A paquera é entre duas pessoas que querem se conhecer. Já assédio é independente do seu comportamento, é falta de respeito, muitas vezes constrangendo a pessoa se for de uma classe inferior. Eu coloco qualquer pessoa no seu devido lugar se me sentir invadida ou desrespeitada. A pessoa pode até tentar passar dos limites, mas eu não permito. Só vai até onde eu permitir. Respeito é bom e eu gosto.

No dia a dia, se considera uma mulher romântica? Sou uma romântica na vida pra tudo, gosto de colocar flores pelo meu caminho. Gosto de romantizar não apenas o relacionamento homem e mulher, mas a vida.

O que um homem precisar ter ou fazer para te conquistar? No momento nada, porque já fui conquistada pelo meu marido. Mas para conquistar pessoas na vida, em todos os sentidos, com certeza tenho que admirá-las de alguma forma. Gosto de gente leve e sincera, sem medir palavras o tempo todo. Com caráter.

Entre quatro paredes vale tudo? Depende. Se você se sentir a vontade, vale.

Você se considera uma mulher sexy? Com certeza tenho um sex appeal, fui convidada para muitos trabalhos até porque tenho essa sensualidade. Mas minha sensualidade vem também da minha espontaneidade, e não de uma forma.

Vira e mexe, tem uma notícia sobre sua boa forma aos 46 anos. Quais suas rotinas de beleza? Minha boa forma vem de cuidados, independente da minha idade. Conheço muitas meninas de 20 que estão fora de forma porque se alimentam mal, levam uma vida sedentária. Eu sempre gostei de praticar atividades físicas e comer bem. Faço musculação acompanhada do meu personal Fred Roma, um trabalho mais especifico para fortalecimento da lombar e quadril, e faço pilates.

Tenho dois dermatologistas, o Dr Newton Moraes e a Dra Juliana Carvalho, que cuidam da minha pele, tenho tendência a ter melasma.

Eu tento fazer tudo direitinho, mas nos finais de semana me dou o direito de ser feliz e tomo meu vinho, como uma pizza, acho importante ter equilíbrio.

Seu marido, Alaor Paris Júnior, sente muito ciúmes? Tem um ciúme normal de quem ama e cuida, mas é meu maior incentivador da minha carreira e me admira.

Tinha aquele medo de envelhecer? Quando eu for velhinha com meu corpo curvado e meus cabelos grisalhos, posso responder essa pergunta, se o medo bater à minha porta. Mas hoje sou uma mulher madura, confiante , segura e com um pouco de experiência, digo pouco porque hoje sei que quanto mais aprendemos, vemos que não sabemos nada. Tento ser feliz e construir minha estrada com muita dignidade e gentileza.

E seus sonhos, quais ainda quer realizar? Quem não sonha morreu pra vida. Sou uma sonhadora, pode-se dizer isso pela profissão que escolhi. Trabalho com sonhos, vivendo outras vidas.

Realizei um nesses últimos três anos, escrevi, produzi e atuei na minha peça: “Amor, Humor, o Resto é Bobagem”. Consegui patrocínio e realizei meu sonho, escolhi elenco, e vivi o outro lado da profissão. Aprendi e amei a experiência de ser minha própria patroa, mas agora também entendo muito bem a produção. Às vezes os artistas são chatos mesmos rsrsrsr…

Como surgiu o convite para participar de “Tempo de Amar”? O convite partiu do diretor Jayme Monjardim, que lembrou de mim. Já tínhamos falado que um dia trabalharíamos juntos. Uma vez ele me fez um convite, mas eu tinha acabado de assinar com a Record, e outra vez estava grávida. Agora surgiu essa oportunidade e eu amei essa participação na novela “Tempo de Amar”.

Ficou animada por voltar às telinhas? Claro. É sempre bom receber um telefonema com um convite de trabalho, saber que lembraram de você, eu amo atuar.

A novela é de época e se passa no século XX. Teve alguma preparação especial por isso? Não tive tempo para me preparar, a novela já estava há dois meses no ar, com uma linha de direção linear e tranquila do Jayme. Tive que seguir esse conceito gestual e linear de uma novela de época. O que também me ajuda, já estava tudo pronto.

Ping-Pong

• Nome: Mônica Carvalho
• Idade: 46
• Local de nascimento: Nova Iguaçu – RJ
• Peso: 56
• Altura: 1,66
• Apelido: Kika
• Qual é sua maior qualidade? Sou generosa, tento trabalhar muito minha humildade.
• E seu maior defeito? Às vezes tenho um mau humor, principalmente na TPM.
• O que você mais aprecia em seus amigos? É difícil falar o que mais aprecio nos meus amigos. Pessoas são únicas, com certeza tenho que admirá-las por alguma coisa. Mas não gosto de gente chata, arrogante ou pesada.
• Sua atividade favorita é: Qualquer atividade com minha família é um momento especial. Mas adoro viajar.
• Qual é sua ideia de felicidade? Paz, saúde, ter minhas filhas saudáveis, minha família unida, trabalhar no que eu gosto.
• Quem você gostaria de ser se não fosse você mesmo? Adoro ser eu mesma.
• E onde gostaria de viver? Onde vivo.
• Qual é sua viagem preferida? Eu amo viajar, tenho viagens maravilhosas que fiz com meu marido e com minhas amigas. No ano passado fizemos uma viagem de barco para a Sardenha, Córsega e Saint Tropez. E tem uma outra que foi nossa lua de mel na Polinésia Francesa… E uma que fiz ano passado com minha filha Yaclara e três amigas para Fernando de Noronha. Tô esperando meu próximo destino.
• Qual é sua cor favorita? Verde.
• E qual é sua comida favorita? Tudo que vem do mar, frutos do mar.
• Um animal: Adoro bichos.
• Quais são seus atores preferidos? Tony Ramos, Giovanna Antonelli, Marieta Severo, Julia Roberts, gosto de tantos…
• E seus cantores? Roberto Carlos. Na verdade sou bem eclética, gosto de tudo.
• O que você mais detesta? Mentira, gente mentirosa.
• Que dom você gostaria de possuir? De cura.
• Uma mania: De dormir com uma garrafa de água do meu lado.
• Um sonho de consumo não realizado: Talvez minha casa de praia, ainda não comprei. Mas não tenho tantos sonhos de consumo, acho que conquistei tanta coisa, o que vier é lucro.
• Uma lembrança de infância: Minha Vó Acidalia costurava minhas fantasias, e também matava as galinhas no quintal quebrando o pescoço delas e depois fazia galinha à cabidela.
• Qual é seu maior medo? Perder minha saúde e pessoas que amo. Tem pessoas que não deveriam partir nunca.
• O que o irrita? Gente gritando.
• O que ou quem é o maior amor de sua vida? Minhas filhas.
• O que você considera a sua maior conquista? Minha maior conquista ainda está por vir no meu profissional. O pessoal já conquistei, tenho duas filhas lindas e um marido pelo qual sou apaixonada.
• Qual é o seu maior tesouro? Com certeza minhas filhas, sou louca por elas.
• Defina-se em uma palavra: Alegria.

Looks
Look 1
Blusa Ypslon
Hot Paint Bumbum Ipanema
Brincos e anel Silvia Blumberg

Look 2
Body listradinho Ypslon
Casaquinho rendado Malharia Nacional
Brinco Le Diamond
Anel Retangular Magma
Anel circular VF

Look 3
Cropped de poás Shirlei Maia
Hot Paint BumBum Ipanema
Brincos  Rincawesky
Pulseira e Anel Anna Prata

Look 4
Biquini Bumbum Ipanema
Brincos  Rincawesky
Pulseira e Anel Anna Prata